Notícias

08/02/2017 - Na luta pela camisa 1

 

 

Por Breno Mendes

Com seis semanas de treinamento, o técnico Gian Rodrigues já esboça o provável Social para a estreia do Módulo II do Campeonato Mineiro. Porém uma das posições mais aguardadas é a de goleiro. Entre os goleiros muito respeito e determinação pela camisa 1.

Hoje, o Social treina com três goleiros sendo: Jeferson, 22 anos, vindo do Rio de janeiro com passagem pelas categorias de base do Botafogo e atualmente pertencente ao Resende FC. Na luta pela titularidade está Paulo César, 21 anos, morador da cidade de Coronel Fabriciano e com passagem pelas categorias de base do Atlético. O mais novo é o goleiro Carlos Germano, 18 anos, recém-aprovado nos testes realizados no Estádio Dr. Louis Ensch, em dezembro.

Para o goleiro Jefferson, a união dos três goleiros fortalece ainda mais o elenco do Social: “Eu sei que existe a luta pela titularidade, mas é uma luta sadia e que, independente de quem for um estará torcendo pelo outro. Essa união dentro e fora de campo beneficia e qualifica ainda mais o Social”, disse.

Já Paulo César ressalta a importância de estar vestindo a camisa do Social, time da cidade em que ele nasceu: “Além da luta pela titularidade eu tenho uma motivação a mais que é pelo fato de ser morador de Coronel Fabriciano e defender o clube da minha cidade me deixa ainda mais motivado. Fizemos uma amizade boa aqui já na pré-temporada e quem for escolhido terá a torcida de todos”, disse.

Já o “caçula” do grupo, o jovem Carlos Germano, agradeceu a oportunidade de estar no grupo e segundo ele é um grupo determinado ao acesso: “Fiquei muito feliz pela oportunidade de estar treinando com o profissional. Hoje participo do dia a dia do clube e é uma honra treinar com esses dois grandes jogadores que me passam muita tranquilidade e tenho certeza que terei boas experiências nessa competição uma vez que sinto no grupo um desejo grande em buscar esse acesso para o Social”, comentou Germano.

Responsável diretamente em manter os três em condições de atuar, o Preparador de Goleiros Geanderson Elias, garante que todos têm grande potencial: “Todos os três tem tudo para seguir a carreira e se destacaram. Percebo que em todos os treinamentos, não importa o cansaço, eles vão até o fim sem reclamar e isso faz com que os goleiros tenham sucesso. Acredito que o torcedor em breve vai gostar de ver um deles atuando com a camisa 1 do Social”, afirmou.

Nos quatro jogos treinos realizados até o momento, Jefferson e Paulo César se reversaram nos tempos da partida. O goleiro Jefferson começou todos os amistosos como titular, e Paulo César o substituiu na etapa final. 


mais notícias

SIGA O SOCIAL